Corpos de turistas mortas em SC seguem para Argentina

Os corpos das sete turistas argentinas com idade entre 40 e 65 anos que morreram na noite de ontem, vítimas de um acidente com um ônibus que seguia pela BR 282 com destino à Província de Misiones, fronteira Oeste de Santa Catarina com a Argentina, serão transportados a partir de amanhã para o território argentino. Pelo menos dez das 26 pessoas que ficaram feridas receberam alta no decorrer da tarde de hoje e foram acomodadas em um hotel no Centro de Florianópolis.

Agência Estado |

O Instituto Geral de Perícias (IGP-SC) aguarda a chegada dos familiares das vítimas para identificação e liberação dos corpos.

O acidente aconteceu por volta das 20 horas de domingo no quilômetro 65 da BR 282, no município de Rancho Queimado, que pertence à região Metropolitana de Florianópolis. O veículo, que transportava um grupo de turistas da terceira idade e estava voltando de Balneário Camboriú - destino frequente de idosos nesta época do ano - caiu de uma ribanceira de 60 metros de altura. A bordo estavam 35 pessoas, sendo 32 mulheres e três homens, entre eles dois motoristas da empresa de turismo. As turistas participavam desde terça-feira de um encontro internacional da Feliz Idade em Balneário Camboriú.

No Hospital Celso Ramos, em Florianópolis, o motorista do ônibus, Daniel Lessa, afirmou que conduzia o veículo a uma velocidade de 40 quilômetros por hora no momento do acidente. O IGP recolheu o tacógrafo (dispositivo de controle de velocidade) para incluir no processo de identificação das causas do acidente.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG