OSASCO - Os corpos dos três meninos, de dois, quatro e oito anos, e da mãe deles, Rose dos Santos, de 24 anos, são velados nesta quinta-feira no Cemitério Parque dos Girassóis, no Jardim Baronesa, em Osasco, na Grande São Paulo. Os quatro morreram após o barraco em que moravam, no Morro do Socó, ter sido atingido por um deslizamento de terra na última terça-feira.

    Segundo informações do cemitério, o velório teve início na madrugada e a previsão é de que os corpos fiquem no local até por volta das 12h30. Em seguida, eles serão encaminhados ao Cemitério Santo Antônio, onde serão sepultados ainda nesta tarde.

    De acordo com a Prefeitura do município, a Defesa Civil interditou 42 barracos próximos ao da família de Rose, já que eles também correm o risco de desabar. A maior parte das famílias, segundo a prefeitura, preferiu ir para a casa de parentes e amigos. Outras cerca de 20 foram levadas a um abrigo municipal, no Jardim Elvira.

    Agência Estado
    Bombeiros resgatam um corpo na área onde ocorreu o deslizamento de uma encosta numa área de risco na Rua Morro do Socó, em Osasco, na Grande São Paulo. Os corpos de três crianças foram encontrados na tarde desta quarta-feira, 9. A mãe das crianças, Rose dos Santos, de 24 anos, estava dormindo às 11h40 quando o barraco em que vivia com as crianças foi tomado por terra. O corpo de Rose foi encontrado na terça e as buscas às crianças foram retomadas na manhã desta quarta. Com a confirmação das mortes das três crianças, sobe para 6 o número de vítimas do temporal que atingiu São Paulo na terça.
    Bombeiros resgatam um corpo na área onde ocorreu o deslizamento de uma encosta numa área de risco na Rua Morro do Socó, em Osasco

    O acidente

    As fortes chuvas que atingiram a Grande São Paulo provocaram, por volta das 11h30 da última terça-feira, um deslizamento de terra no Morro do Socó, em Osasco. A terra atingiu quatro barracos, sendo um deles o da familia de Rose. Ela estaria dormindo quando sua casa foi tomada por terra e morreu na hora. Três pessoas foram resgatadas com vida e socorridas para hospitais municipais.

    Quando o corpo da mãe foi retirado do barraco, um novo desabamento de terra ocorreu, atrapalhando o trabalho dos Bombeiros.  

    A equipe de busca, formada pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil, só conseguiu localizar os corpos das crianças às 16h de quarta-feira. Eles foram levados ao Instituto de Criminalística ao Instituto Médico Legal em Osasco, onde passaram por perícia.

    Outras mortes

    Com a confirmação das mortes, subiu para  o número 6 de vítimas do temporal que atingiu São Paulo. Na zona leste, dois meninos morreram após um deslizamento.

    Um homem de 46 anos que caiu em um córrego na quarta-feira, no bairro Cidade Satélite, em Guarulhos, também pode ter morrido em decorrências das fortes chuvas que atingiram a Grande São Paulo.

    Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), testemunhas afirmaram que ele havia bebido e teria tentado pular o córrego, mas as causas da morte são suspeitas, porque o corpo do homem tinha um corte na nuca quando foi encontrado, por volta das 15 horas.

    Família perde filhos em deslizamento

    Leia também

      Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.