Corpo de vítima de queda do avião é enterrado no RJ

O corpo do suboficial Marcelo dos Santos Dias foi enterrado hoje no cemitério Jardim Saudade, em Mesquita, na Baixada Fluminense, com honras militares. Ele morreu no acidente com o turboélice C98 Caravan da Força Aérea Brasileira (FAB) que fez um pouso de emergência na quinta-feira no Rio Ituí, no Amazonas.

Agência Estado |

Cerca de 100 pessoas acompanharam o cortejo, entre elas o major-brigadeiro Élcio Picchi, chefe do 3º Comar (Comando da Aeronáutica), que representou o comandante da Força Aérea, tenente-brigadeiro-do-ar, Junito Saito.

O comandante do 7º Esquadrão, tenente-coronel Márcio Ferreira, chefe de Santos Dias no Amazonas também esteve presente. Segundo ele, o suboficial era "extremamente profissional e capacitado". Ele estava lotado no 7º Esquadrão há sete anos, possuía 3 mil horas de voo e era instrutor da aeronave que sofreu o acidente. Santos Dias estava há 25 anos na Aeronáutica e era inspetor de manutenção e mecânico do avião que fez o pouso forçado.

A família do suboficial não quis dar entrevistas. A mulher e a filha mais velha, de 12 anos, acompanharam o enterro. No final da cerimônia, a irmã de Santos Dias, Rosilene Cristina dos Santos Dias Borges, fez um pronunciamento aos amigos e parentes. "Tenho certeza de que ele salvou dez vidas - nove adultos e um bebê na barriga - com muito amor. Ele amava o que fazia e morreu fazendo o que mais gostava", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG