Corpo de Pitta é velado na Assembleia Legislativa de SP

O velório do corpo do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta começou por volta das 13 horas deste sábado, no hall da Assembleia Legislativa de São Paulo, na região do Ibirapuera (zona sul da capital paulista). Uma bandeira do PTB cobre uma parte do caixão.

Agência Estado |

Alguns amigos estão presentes ao velório, como a dermatologista Ligia Kogos. "Pitta nunca se queixou da doença. Ele caiu numa armadilha política e não esperava que depois disso tudo ia sofrer tamanho abandono", disse ela aos jornalistas.

O ex-secretário de Esportes na gestão Pitta, Fausto Camunho, disse que o ex-prefeito "não teve apoio político em todo o período em que esteve na Prefeitura". "Eu tive todo o apoio necessário quando estava na secretaria. Foi na gestão dele que criei a escolinha de esportes da Prefeitura." Camunho disse que falou por telefone com Pitta nos últimos dias e que o ex-prefeito estava desanimado.

O enterro do corpo de Pitta está previsto para as 17 horas de hoje, no cemitério Getsêmani, no Morumbi. Pitta morreu ontem à noite, aos 63 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele estava internado desde 3 de novembro e tinha câncer no intestino. Celso Pitta esteve à frente da Prefeitura de São Paulo de janeiro de 1997 a dezembro de 2000.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG