RECIFE - Foi enterrado na manhã deste domingo, no Recife, o corpo do perito pernambucano Maurício Barreto da Silva Júnior, de 37 anos, morto na última sexta-feira após uma explosão na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) do Amazonas, em Manaus. Maurício foi uma das três vítimas fatais do incidente que está sendo investigado pelo Instituto Nacional de Criminalística.

Durante o sepultamento, amigos e familiares prestaram várias homenagens ao perito, que deixa esposa e uma filha de quatro meses.

AE

Perito da Polícia Federal de Manaus morto na explosão é sepultado no Recife


De acordo com o policial federal Lehi Sudy, responsável pelo traslado do corpo de Manaus para Recife, Maurício - que foi transferido para Manaus há um ano e sete meses - era um "profissional muito experiente". Muito abalados, os familiares não quiseram dar entrevistas.

Uma quarta vítima da explosão, o policial, Marcos Antônio Mota Ferreira sofreu apenas ferimentos leves e foi liberado no sábado. O acidente aconteceu quando seis peritos inspecionavam um cilindro que poderia conter drogas com um maçarico.

Leia mais sobre: explosão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.