SÃO PAULO - O corpo de Luana Nascimento Costa Ribeiro, de 12 anos, foi encontrado enterrado na rua Beira Rio, às margens da represa Billings, zona sul de São Paulo, na início da noite desta quarta-feira, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP). Os policiais receberam uma denúncia anônima de que o corpo estava naquela região e o forte cheiro do corpo em decomposição e um saco plástico preto reforçaram os indícios de que o aviso procedia.

Acordo Ortográfico

A denúncia informou, ainda, que a menina havia sido enterrada por um homem chamado Gilmar. No local, a polícia encontrou o chão rodeado de pedras e com a terra remexida. Os bombeiros foram chamados para a exumação do corpo e a vítima foi encontrada dentro de um saco plástico, com a cabeça coberta por outro saco.

Luana estava desaparecida desde o dia seis de novembro deste ano e, segundo os policiais, não havia ferimentos em seu corpo. Segundo a SSP, a roupa encontrada na vítima é a mesma do dia de seu desaparecimento. Moradores da região foram questionados pelos policiais, mas ninguém soube dizer nada a respeito. O local foi periciado e o caso encaminhado ao 85º Distrito Policial.

Leia mais sobre: desaparecimentos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.