PARANÁ - A polícia do Paraná encontrou nesta terça o corpo de uma criança abandonado no meio de um matagal em Castro, a cerca de 150 quilômetros de Curitiba, na região dos Campos Gerais. Segundo a polícia, a vítima apresentava sinais de violência sexual e estrangulamento.

O corpo foi localizado menos de uma semana depois de a polícia encontrar o corpo da estudante Rachel Maria Lobo Genofre, de 9 anos, dentro de uma mala na rodoferroviária da capital paranaense.

A menina encontrada em Castro estava desaparecida desde a tarde de DOMINGO, quando tinha saído para brincar e não retornou. Os familiares, que moram no Bairro Cantagalo 2, na periferia da cidade, acionaram a polícia. As buscas estenderam-se até a manhã desta segunda, quando a criança foi encontrada por um irmão. Ela estava jogada no matagal, próximo a um frigorífico, cerca de duas quadras da casa onde morava.

Com a justificativa de evitar prejuízo às investigações, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) determinou sigilo por enquanto no caso. O corpo da menina, de 8 anos, foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.