Corinthians supera o Vila Nova e aumenta série invicta

Concentrado, o Corinthians vai cumprindo a promessa de manter a seriedade na Série B, mesmo após já ter garantido o título. Neste sábado, venceu o Vila Nova por 3 a 1, no Pacaembu.

Agência Estado |

Os destaques do jogo foram Morais, Herrera, que fez dois, e Alessandro, pelo golaço.

Com o resultado, o Corinthians chegou à sua 24.ª vitória no campeonato, 82 pontos na tabela e ainda ajudou a garantir o Santo André na Série A de 2009. Já o Vila Nova estacionou em 55 pontos e ficou mais longe da única vaga que resta no G-4.

Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta o Avaí, novamente no Pacaembu, no sábado. No mesmo dia, o Vila Nova encara o Brasiliense, na Boca do Jacaré.

CALOR - No intervalo do jogo, na tentativa de amenizar o forte calor, a administração do Pacaembu decidiu ligar o sistema de irrigação do gramado. A atitude teve a aprovação de Felipe. "Demorou para ligar. A bola estava muito arisca com o gramado muito seco", explicou o goleiro corintiano, ainda no intervalo.

O JOGO - Com a ambição apenas de bater recordes, o Corinthians começou o jogo tocando a bola, em ritmo cadenciado, embora sempre objetivo. Mostra da concentração do time foi que, aos 14, André Santos recebeu bom passe de Morais na área, deslocou o marcador e bateu de curva para acertar a trave do Vila Nova.

Precisando repetir a vitória do primeiro turno para seguir na briga pelo G-4, o Vila Nova não jogou nos contra-ataques, como a maioria das equipes fizeram no Pacaembu, contra o Corinthians. Logo no comecinho do jogo, Pedro Júnior chegou a abrir o placar, mas o árbitro Djalma Beltrami anulou, alegando um impedimento inexistente.

As coisas ficaram mais complicadas para o Vila Nova antes mesmo da metade do primeiro tempo. Talvez sentindo o desgaste pelo final da temporada, o técnico Givanildo foi obrigado a tirar Marcel e Alex Oliveira do jogo por causa de contusões.

Temendo novas contusões, o Vila Nova voltou mais recuado no segundo tempo e chamou o Corinthians para o seu campo de defesa, apostando no contra-ataque.

No entanto, a tática deu errado. Logo aos sete, Morais fez boa jogada pelo meio e abriu na esquerda para Bebeto, que cruzou rasteiro para Herrera, no meio de dois marcadores, bater firme para abrir o placar no Pacaembu.

Após o gol, o jogo foi outro. Animado, o Corinthians foi para cima e perdeu uma série de chances de ampliar o marcador nos cinco primeiros minutos após fazer o primeiro.

Mesmo diminuindo um pouco o ritmo após este período, o Corinthians não deu a menor chance ao Vila Nova e ficou o tempo todo muito perto de ampliar, como aconteceu com André Santos, que novamente acertou a trave, aos 28.

Mesmo não estando em um grande dia, Douglas mostrou mais uma vez que merece a confiança da torcida ao colocar Herrera novamente na cara do gol, aos 32. O argentino recebeu na área e bateu, meio desequilibrado, para fazer 2 a 0.

O gol mais bonito do jogo aconteceu aos 36, quando Alessandro recebeu na área e bateu "de cavadinha", na saída de Max, e antes da chegada do zagueiro, para fazer o terceiro.

O Vila Nova ainda conseguiu um gol no final. Pedro Júnior foi derrubado por Cristian fora da área, mas o árbitro errou novamente e marcou o pênalti. O mesmo Pedro Júnior bateu e diminuiu para a equipe goiana, aos 38.

O gol sofrido, no entanto, sequer incomodou a torcida, que continuou comemorando nas arquibancadas.

Ficha Técnica:

Corinthians 3 x 1 Vila Nova

Corinthians - Felipe; Alessandro, Diego, William e André Santos; Cristian, Elias (Perdigão), Morais, Lulinha (Bebeto) e Douglas; Herrera (Careca). Técnico: Mano Menezes.

Vila Nova - Max; Osmar, Valença, Luis Carlos e Marcel (Fernandinho); Álisson, Heleno, Alex Oliveira (Amaral) e Carlinhos; Pedro Júnior e Túlio Maravilha (Bruno). Técnico: Givanildo Oliveira.

Gols - Herrera, aos 7 e aos 32, Alessandro, aos 36, e Pedro Júnior, aos 38 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Djalma Beltrami (Fifa-RJ).

Cartão amarelo - Carlinhos (Vila Nova).

Renda - 468.961,00.

Público - 24.339 pagantes.

Local - Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG