A Coreia do Norte vai indiciar as duas jornalistas norte-americanas presas em 17 março ao término de uma investigação sobre seus supostos delitos, anunciou nesta sexta-feira a agência oficial KCNA.

A americana Euna Lee e a sino-americano Laura Ling, que trabalham para a televisão californiana Current TV, foram detidas por terem entrado ilegalmente no país, segundo Pyongyang.

A imprensa oficial afirma que há provas suficientes para procssar as duas por entrada ilegal no país e por atos hostis ao regime.

ckp/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.