Coreia do Norte julga jornalistas americanas

O julgamento contra duas jornalistas americanas detidas na Coreia do Norte por terem entrado ilegalmente no país teve início nesta quinta-feira, anunciou a agência norte-coreana KCNA.

AFP |

Caso sejam consideradas culpadas, as duas podem ser enviadas a um campo de trabalho forçado.

A coreano-americana Euna Lee e a sino-americana Laura Ling, que trabalham para o canal Current TV, da Califórnia, foram detidas em 17 de março por, segundo Pyongyang, terem cometido "atos hostis" e por entrada ilegal em território norte-coreano.

As duas podem ser condenadas a 10 anos de trabalhos forçados, segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF), enquanto a Anisita Internacional colocou em dúvida que as jornalistas tenham um processo justo.

sm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG