Coração de Eloá é transplantado em mulher de 39 anos; enterro de Eloá será amanhã

SÃO PAULO - Uma mulher de 39 anos recebeu o coração de Eloá Pimentel, morta pelo ex-namorado Lindemberg Alves, com um tiro na cabeça, depois de ter sido mantida refém por cerca de 100 horas, em Santo André, na Grande São Paulo.

Amanda Demetrio - Último Segundo |

Acordo Ortográfico

Segundo informações do Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, onde foi realizado o transplante, a paciente que recebeu o órgão já havia passado por uma cirurgia 16 anos atrás, mas há um ano e meio foi diagnosticada a necessidade do transplante. Ela é portadora de cardiopatia congênita.

Este foi o primeiro de oito órgãos da jovem que foi transplantado. Mas, no total, oito pessoas podem ser beneficiadas pela doação, pois, além do coração, os médicos retiraram os pulmões, fígado, pâncreas, rins e córneas de Eloá. Os pacientes foram escolhidos no começo da noite de domingo.

Os órgãos foram retirados durante a madrugada desta segunda-feira depois de os médicos terem realizado exames e constatado a morte cerebral da adolescente, por volta das 23h de sábado. Ao serem informados da morte da filha, os pais de Eloá decidiram por doar os órgãos.

Enterro

Segundo informações do diretor do Instituto Médico Legal (IML) de Santo André, Vladimir Alves dos Reis, a causa oficial da morte de Eloá foi traumatismo craniano encefálico.

O corpo da jovem foi transferido na manhã desta segunda-feira, por volta das 7h, ao IML de Santo André. A bala retirada da cabeça de Eloá será periciada pelo Instituto de Criminalística e o laudo deve ficar pronto em 30 dias. 

Segundo informações da administração do cemitério, o corpo da jovem será enterrado no Cemitério Jardim Santo André, na Grande São Paulo, na terça-feira, às 9h. O velório será realizado nesta tarde assim que o corpo for liberado no IML.

Polícia divulga imagens da negociação


Nayara - Segundo os médicos do Centro Hospitalar, Nayara, de 15 anos, a amiga de Eloá que também foi feita refém por Lindemberg, tem "bom quadro evolutivo" para a cirurgia facial a que foi submetida. Ela foi atingida por um tiro na face.

"Houve diminuição do edema e nenhum sinal de infecção", disse o cirurgião Marcelo Cini. "Ela está consciente e conversa bastante, mas só falamos sobre procedimentos médicos." Nayara deve receber alta até o fim da semana.

Lindemberg - O jovem está preso no Centro de Detenção Provisória de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Segundo investigadores, Lindemberg disse que não teria se matado porque não havia mais balas no revólver.

O caso

Futura Press
Amigas Eloá e Nayara/ Arquivo pessoal
Amigas Eloá e Nayara/ Arquivo pessoal
O sequestro começou na segunda-feira (13) e se prolongou até sexta-feira, tendo durado mais de 100 horas. Lindemberg invadiu o apartamento de Eloá por volta das 13h30, por estar inconformado com o fim do relacionamento com a estudante.

Na terça-feira, ele libertou a amiga da ex-namorada, Nayara, que foi rendida novamente na manhã de quinta-feira. Seu retorno foi um pedido do sequestrador como condição para a libertação de Eloá, mas, quando a menina entrou no apartamento, tornou-se refém.

Pouco antes do desfecho do sequestro, a equipe do Batalhão de Choque da PM estava posicionada no apartamento ao lado onde estavam Lindemberg e as reféns. De acordo com a polícia,  na sexta-feira, os agentes decidiram invadir o apartamento após ouvirem um disparo.

Os policiais arrombaram a porta do apartamento e explodiram uma bomba de efeito moral. Segundo o coronel Eduardo José Félix, comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar, neste momento a equipe ouviu três disparos vindos de dentro do apartamento. Ao invadirem o local, exatamente às 18h08, os policiais encontraram o seqüestrador de pé, entre a sala e a cozinha. Eloá estava caída baleada na cabeça e Nayara estava com um ferimento na boca.

A primeira a sair do apartamento foi Nayara, que saiu caminhando e foi colocada numa ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Lindembergue foi levado para uma viatura da Força Tática. A ex-namorada de Lindembergue saiu carregada por um policial e foi levada numa maca até a ambulância do Samu.


Veja fotos exclusivas do local do sequestro após a invasão

Leia também:

    Leia tudo sobre: seqüestro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG