Copom corta juro em 1,0 ponto, ritmo maior que o usual

BRASÍLIA (Reuters) - O Comitê de Política Monetária (Copom) optou nesta quarta-feira por um corte de 1,0 ponto percentual do juro básico brasileiro, ritmo não visto desde o final de 2003. Na primeira redução desde setembro de 2007, a Selic caiu para 12,75 por cento ao ano. A decisão foi por cinco votos a três, sendo que os dissidentes defenderam uma redução de 0,75 ponto percentual.

Reuters |

"Com isso, o comitê inicia um processo de flexibilização da política monetária realizando de imediato parte relevante do movimento da taxa básica de juros, sem prejuízo para o cumprimento da meta para a inflação", apontou em nota o Copom

Pesquisa da Reuters feita na semana passada já apontava a previsão de que o ciclo de afrouxamento monetário seria iniciado. Os analistas, no entanto, estavam divididos entre corte de 0,50 e de 0,75 ponto percentual.

Nos últimos dias, no entanto, surgiram apostas de que era possível um corte de até 1,0 ponto.

"O tamanho da desaceleração (da economia) que o Copom está enxergando é muito grande. A situação é bastante crítica... É um sinal muito forte para coordenar as expectativas", avaliou Roberto Padovani, economista-chefe do Banco WestLB do Brasil.

(Por Ana Nicolaci da Costa; Texto de Daniela Machado; Edição de Alexandre Caverni)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG