Copersucar chega a 50 anos com gestão profissionalizada

A Cooperativa de Produtores da Cana-de-açúcar, Açúcar e Álcool do Estado de São Paulo (Copersucar) completa 50 anos no dia 1º de julho, data em que consolidará seu processo de gestão profissionalizada e de independência da Copersucar S.A, seu braço logístico e comercial.

Agência Estado |

A principal mudança será a saída de usineiros de todo o processo de administração da Copersucar S.A, o que abre caminho para que a companhia opere e comercialize o açúcar e álcool de outras sucroalcooleiras, além das 34 associadas à cooperativa de usinas.

A Agência Estado apurou que Luís Roberto Pogetti deixará de ser o presidente executivo (CEO) e assumirá como chairman, no conselho de administração da companhia, no lugar do usineiro Hermelindo Ruette de Oliveira. O anúncio foi ratificado hoje na reunião do conselho da Copersucar S.A., em São Paulo (SP). Paulo Roberto de Souza, da diretoria executiva, será no novo CEO da Copersucar. As informações foram confirmadas pela assessoria da Copersucar S.A., que não revelou mais detalhes ou outras possíveis mudanças.

Pogetti assumiu o cargo de CEO em meados do ano passado, logo após o surgimento da Copersucar S.A., quando começou o processo de descentralização da Copersucar. A cooperativa nasceu em 1º de julho de 1959 a partir da união de dez usinas paulistas e de duas entidades regionais, a Coopira e a Coopereste, com o intuito de comercializar a produção de álcool e açúcar das empresas.

Após uma crise inicial, a Copersucar investiu em infraestrutura e na criação, em 1969, do Centro de Tecnologia Copersucar (CTC), ainda um dos principais centros de pesquisa de cana-de-açúcar do mundo. O CTC foi assumido em 2003 por outras usinas sucroalcooleiras, teve o nome mudado para Centro de Tecnologia Canavieira. Com isso, o centro deixou de ser restrito da cooperativa e hoje é mantido por mais 180 associados, num processo de transferência de gestão semelhante ao ocorrido agora nas operações da S.A.

Em menos de um ano de criação, a Copersucar S.A. relatou um lucro líquido de R$ 4,6 milhões no ano-safra 2008/2009, encerrado em 31 de março deste ano. A companhia obteve uma receita operacional bruta de R$ 1,936 bilhão com a revenda de mercadorias, basicamente açúcar e álcool, um custo de R$ 1,952 bilhão, mas registrou ganhos de R$ 124,97 milhões com operações de derivativos, o que gerou um lucro bruto de R$ 90,94 milhões, descontados os impostos sobre as vendas.

A companhia informou, ainda, que a Copersucar Trading AVV, braço operacional da empresa no exterior, teve lucro líquido de R$ 2,46 milhões nos oito meses de operação em 2008/2009, até 31 de março. A receita líquida da trading foi de R$ 1,783 bilhão, os ganhos com a precificação de commodities atingiram R$ 124,97 milhões e os custos com os produtos, R$ 1,837 bilhão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG