O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, chamou ontem de esperteza o fato de a oposição ter aprovado a convocação da ministra Dilma Rousseff para prestar depoimento na Comissão de Infra-estrutura do Senado. Acho que uma espécie de esperteza, uma espertezazinha.

Se a oposição não conseguiu convocar (a ministra) para discutir cartões na CPI, então convocou para discutir infra-estrutura e PAC (Programa de Aceleração do Crescimento)", disse, em entrevista após participar do primeiro dia da 49ª Reunião Anual da Assembléia de Governadores do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em Miami, nos Estados Unidos. "O Senado pode fazer as coisas mais bem articuladas sobre essas questões", acrescentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.