Cônsul da Alemanha é assaltado no RJ

RIO DE JANEIRO - O cônsul-geral da Alemanha no Rio, Hermann Erath, de 63 anos, foi assaltado nesta quinta-feira na Glória, zona sul do Rio. Ele estava a um quilômetro de casa quando foi fechado por dois carros.

Agência Estado |


Quatro homens desembarcaram. Pelo menos um deles estava armado e rendeu o cônsul. Erath não reagiu, saiu do carro e entregou objetos pessoais. Os suspeitos fugiram levando o veículo do diplomata, com placa consular.

Segundo a polícia, Erath não foi agredido em nenhum momento. Ele esteve na 7.ª Delegacia de Polícia (Santa Teresa) logo depois do assalto e registrou a queixa. Foi dado o alerta para as polícias civil e militar e o carro foi encontrado abandonado, intacto, próximo ao Campo de Santana, no centro da cidade.

"É prematuro falar de onde são os assaltantes. Podem ser de Santa Teresa, do Morro da Providência (próximo de onde foi deixado o carro). Vai ser preciso fazer o retrato falado para que os assaltantes possam ser identificados", afirmou o delegado Marcos Antônio Silva, da 7.ª DP.

Depois do assalto ao cônsul, outro carro foi levado em Santa Teresa. A polícia não informou detalhes do segundo roubo para não atrapalhar as investigações. "Estamos checando se os casos estão interligados", disse Silva.

Erath está no Rio de Janeiro desde o ano passado, depois de passar cinco anos em Caracas, na Venezuela, onde foi embaixador. A dois anos de sua aposentadoria, o cônsul, que é divorciado, já disse que pretende fixar residência no Rio de Janeiro. "A geografia deste lugar é sem igual", comentou em mais de uma ocasião.

Leia mais sobre: violência

    Leia tudo sobre: violência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG