Conselho pede apoio a campanha por Nobel à Pastoral

Documento pedindo o engajamento da sociedade e do governo brasileiro em campanha pela candidatura da Pastoral da Criança ao Prêmio Nobel da Paz de 2010 foi aprovado pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) e encaminhado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A informação foi divulgada pela Assessoria de Imprensa do Palácio do Planalto.

Agência Estado |

A Pastoral, fundada pela médica brasileira Zilda Arns Neumann, que morreu no terremoto do Haiti, no dia 12 de janeiro, concorreu a esse prêmio nos anos de 2001, 2002, 2003 e 2005. O CDES é um órgão de assessoramento do presidente da República.

A moção enviada a Lula - editada em reunião de conselheiros brasileiros (CDES) e europeus (Cese) - destaca os resultados da atuação da Pastoral da Criança na redução da mortalidade infantil e no fortalecimento da cultura de paz.

O documento afirma ainda que a atuação da Pastoral serviu de "modelo" para cerca de 15 países e foi importante para a redução das desigualdades sociais e o fortalecimento da cidadania, o que a "habilita a receber o reconhecimento internacional."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG