O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) informou nesta sexta que abriu sindicância para investigar a morte de uma mulher de 29 anos durante uma cirurgia estética realizada em Porto Alegre. A jovem passou pelo procedimento na quarta-feira, na clínica de estética Heller.

A vítima se submeteu a lipoaspiração e implante de silicone nos seios quando sofreu parada cardíaca.

A polícia também investiga o caso. Exames do Departamento Médico Legal vão realizar necropsia para indicar se a morte foi causada por eventual falha humana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.