Conselho de Ética suspende depoimento de Edmar Moreira

BRASÍLIA - O Conselho de Ética da Câmara suspendeu, por causa do início da votação da ordem do dia no plenário, a reunião do colegiado onde o deputado Edmar Moreira (sem partido-MG) prestava sua defesa verbal. O parlamentar é acusado de quebra de decoro parlamentar por suposto uso irregular da verba indenizatória.

Redação com Agência Brasil |

A reunião foi suspensa quando Moreira respondia a perguntas dos deputados do conselho. O primeiro a fazer os questionamentos foi o relator do processo, deputado Nazareno Fontelles (PT-PI). Em diversas perguntas, Moreira se recusou a dar sua resposta, com o argumento de que só iria responder os questionamentos que fizessem parte do processo.

Mesmo argumentando que os questionamentos estão fundamentados no processo e nos documentos da comissão de sindicância, o relator não conseguiu as respostas do acusado. Edmar Moreira tem alegado que as perguntas extrapolam o objeto da investigação. Nazareno Fontelles quis, por exemplo, saber porque o parlamentar só passou a usar a verba indenizatória para pagar seguranças a partir de 2007. Edmar Moreira argumentou que não teria motivos para explicar sobre assuntos que não constam do processo.

O deputado Edmar Moreira não tem respondido a contento aos que fazem perguntas. Alguns pontos ele tem evitado esclarecer, explicou o relator Fonteles. O depoimento poderá ser retomado ainda hoje, quando forem encerradas as votações do plenário. Pelo menos é isso que foi acertado quando da suspensão da reunião do conselho.

Edmar Moreira disse aos integrantes do Conselho de Ética que não iria responder as perguntas que fossem formuladas pelos deputados do seu antigo partido ¿ o DEM. Integram o colegiado representando o DEM os deputados Roberto Magalhães (PE) e Solange Amaral (RJ). Moreira foi desfiliado do partido após ter sido eleito segundo-vice-presidente da Câmara e ter renunciado ao cargo em função das denúncias contra ele.

Leia mais sobre: Edmar Moreira

    Leia tudo sobre: edmar moreira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG