Conselho de Ética pode ter presidente e relator nesta quarta-feira

BRASÍLIA - Uma vez votadas nesta terça-feira em plenário as indicações dos partidos para a composição do Conselho de Ética, o senador Paulo Duque (PMDB-RJ) pretende convocar para esta quarta-feira a reunião que vai eleger o presidente do colegiado e na qual será feito o sorteio do relator.

Agência Brasil |

]

Regimentalmente, o relator é sorteado entre todos os membros do conselho. O Regimento Interno do Senado também prevê que como parlamentar mais idoso dos indicados, cabe a Paulo Duque convocar e presidir a sessão de instalação do Conselho de Ética.

No final da manhã, o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) comunicou em plenário o envio ao conselho de nova denúncia contra o presidente da Casa, José Sarney. O senador tucano informou que pediu ao colegiado a abertura de investigações sobre a responsabilidade administrativa de Sarney na fundação que leva o seu nome.

Virgílio argumenta no oficio que Sarney teria faltado com a verdade quando afirmou em nota e no plenário que é presidente de honra da fundação e não tem responsabilidade sobre os atos administrativos da instituição.

Arthur Virgílio se baseou em denúncias publicadas na imprensa de que o estatuto da fundação prevê que Sarney tem poder de veto sobre o conselho administrativo e é presidente vitalício da instituição.

Ele cita que Sarney teria impetrado ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal para derrubar uma lei estadual que retirou a fundação da atual sede, no Convento das Mercês. Para Virgílio, isso provaria que o presidente do Senado tem autoridade administrativa na fundação.

Leia também:

Leia mais sobre: Sarney - Senado


    Leia tudo sobre: conselho de éticasarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG