Conselho de Ética ouve deputado Edmar Moreira nesta tarde

BRASÍLIA - O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara ouve nesta tarde o deputado Edmar Moreira (sem partido-MG), que responde a processo por acusação de uso indevido da verba indenizatória. A reunião está marcada para as 14h30.

Valor Online |

A representação contra Moreira foi encaminhada ao Conselho de Ética no início do mês passado pela Mesa Diretora da Câmara, com base em parecer de uma comissão de sindicância da Corregedoria. A investigação da Corregedoria teve origem em pedido do PSOL.

Em seu parecer, a comissão de sindicância apontou possíveis irregularidades na contratação de serviços de segurança por Moreira. O deputado contratou duas empresas que pertencem ou pertenceram a ele e que estavam impossibilitadas de receber recursos, pois tinham contas bloqueadas por decisão judicial. Além disso, a Corregedoria constatou que Moreira não conseguiu comprovar a efetiva prestação dos serviços pelas empresas contratadas.

Em sua defesa, o deputado alega que faltam regras para disciplinar o uso da verba indenizatória.

O deputado Nazareno Fonteles (PT-PI) foi indicado relator do processo contra Edmar Moreira, em substituição ao deputado Sérgio Moraes (PTB-RS), afastado por ter supostamente antecipado seu parecer pela absolvição de Moreira, antes mesmo de as investigações começarem.

Edmar Moreira havia sido eleito para a 2ª Vice-Presidência da Câmara no dia 2 de fevereiro, mas renunciou à vaga na Mesa Diretora depois de serem divulgadas notícias de envolvimento em supostas irregularidades. Entre elas, a de que teria omitido à Justiça Eleitoral a propriedade de um castelo no interior de Minas Gerais.

(Agência Câmara)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG