Conselho de Ética adia reunião que votaria desarquivamento de ações contra Sarney

O presidente do Conselho de Ética, Paulo Duque (PMDB-RJ), adiou a reunião de seu colegiado para a semana que vem. De acordo com sua assessoria, a distribuição e o tempo necessário para a análise dos 11 pedidos de desarquivamento das denúncias e representações contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), para os membros do Conselho seria o motivo do adiamento.

Severino Motta, repórter em Brasília |

  • Duque decide hoje sobre ação contra Arthur Virgílio
  • Eleitores mandam recado para o Senado. Envie a sua mensagem!
  • Oposição entra com mais seis recursos contra decisões a favor de Sarney
  • Senadores que apóiam Sarney, contudo, avaliam que o adiamento foi necessário para consolidar o acordo feito entre o governo e oposição para livrar o presidente do Senado das acusações bem como o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), que deve ter um processo aberto nesta quarta-feira no Conselho de Ética.

    Esse tempo é o necessário para ajustar um discurso com o PT, que teme prejuízo eleitoral no caso de apoiar a manutenção do arquivamento dos pedidos de investigação contra Sarney. A nova reunião do Conselho deve acontecer na quarta-feira que vem.

    Leia também:


    Leia mais sobre: crise no Senado

      Leia tudo sobre: conselho de ética

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG