Protógenes quer criar dificuldades, afirma banqueiro http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/08/entenda_a_operacao_satiagraha_da_policia_federal_1426230.html target=_topEntenda a operação Satiagraha da Polícia Federal http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/14/confusoes_e_o_que_ainda_falta_explicar_no_caso_daniel_dantas_1438393.htmlVeja o que ainda falta explicar no caso Daniel Dantas" / Protógenes quer criar dificuldades, afirma banqueiro http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/08/entenda_a_operacao_satiagraha_da_policia_federal_1426230.html target=_topEntenda a operação Satiagraha da Polícia Federal http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/14/confusoes_e_o_que_ainda_falta_explicar_no_caso_daniel_dantas_1438393.htmlVeja o que ainda falta explicar no caso Daniel Dantas" /

Confusão marca chegada da defesa de Dantas ao Fórum

Uma confusão marcou a chegada na 6ª Vara Criminal da Justiça Federal, em São Paulo, dos advogados de defesa dos acusados por corrupção ativa em processo decorrente da Operação Satiagraha. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/08/14/em_sao_paulo_daniel_dantas_diz_que_delegado_protogenes_quer_criar_dificuldades_1563289.html target=_topProtógenes quer criar dificuldades, afirma banqueiro http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/08/entenda_a_operacao_satiagraha_da_policia_federal_1426230.html target=_topEntenda a operação Satiagraha da Polícia Federal http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/07/14/confusoes_e_o_que_ainda_falta_explicar_no_caso_daniel_dantas_1438393.htmlVeja o que ainda falta explicar no caso Daniel Dantas

Agência Estado |

A audiência estava marcada para as 9h, mas até 9h30 os advogados de Daniel Dantas, sócio-fundador do Grupo Opportunity, de Humberto Braz e de Hugo Chicaroni não haviam conseguido chegar até o local.

Nélio Machado, advogado de Dantas, disse ter sido barrado na entrada do Fórum e reclamou do fato de que as testemunhas que serão ouvidas hoje pelo juiz Fausto Martin De Sanctis teriam entrado para a audiência sem a "fiscalização" da defesa. Ele criticou ainda o tratamento "não igualitário" entre a defesa e as testemunhas e disse que a situação "revela um ambiente que permeia essa causa, que parece ter um destino preestabelecido".

Por causa da confusão, o advogado afirmou que seu cliente vai ficar calado na audiência desta quinta-feira. "Se eu tinha alguma dúvida se o meu cliente iria silenciar hoje, a dúvida acabou agora", afirmou Machado, que voltou a atacar as "inúmeras ilegalidades" do processo.

O juiz da 6ª Vara Criminal da Justiça Federal toma, nesta quinta-feira, os depoimentos dos delegados federais Protógenes Queiroz e Vitor Hugo Rodrigues Ferreira e do escrivão Amadeu Ranieri. Os três são testemunhas de acusação do Ministério Público. A Operação Satiagraha, da Polícia Federal, desmontou suposto esquema de desvio de recursos públicos, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Nélio Machado voltou a reclamar da falta de provas fundamentais nos laudos. De acordo com ele, não foi fornecida a transcrição integral das fitas nas quais Braz e Chicaroni supostamente oferecem suborno ao delegado Vitor Hugo. "Não estão no processo e, pelo jeito, não pretendem colocar", disse o advogado. Ele acrescentou que tomará medidas para que isso seja feito.

Leia também:


Leia mais sobre:
Operação Satiagraha

    Leia tudo sobre: operação satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG