Confronto durante protesto feriu ao menos quatro pessoas em São Paulo

SÃO PAULO - Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas durante o confronto entre moradores e policiais militares na Favela Tiquatira, na Penha, zona leste de São Paulo, na noite desta quarta-feira.

Agência Estado |

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, um bebê de 1 ano permanece internado no Hospital do Tatuapé em observação.

A menina teve traumatismo craniano e passa por avaliação médica e exames. Ainda não há previsão de alta, segundo a Secretaria.

Futura Press

Manifestantes atearam fogo em veículos durante protesto na zona leste

Uma mulher de 24 anos, mãe da criança internada, teve alta nesta quarta-feira. Uma outra menina, de 5 anos, que ficou por um tempo em observação após sofrer ferimentos leves, teve alta no mesmo dia.

Durante o tumulto, um policial militar também ficou ferido. De acordo com o PM, ele foi atingido por pedras durante o confronto e passa bem.

Causas

O protesto que envolveu o incêndio de pelo menos três veículos nesta quarta-feira pode ter sido causado pela prisão de um traficante, segundo a Polícia Militar. Manifestantes e policiais entraram em confronto no local e a Marginal do Tietê foi fechada com barricadas. Segundo a PM, dois policiais ficaram feridos.

Em nota, a Polícia Militar informou que a situação no local da manifestação está sob controle, mas que permanecerá na região pelo tempo necessário.

Antes do tumulto, a PM diz que policiais efetuaram a prisão de três pessoas, que estariam portando drogas. Durante a prisão, moradores da favela Tiquatira teriam hostilizado os policiais e libertado dois dos presos, que estavam em uma viatura.

Leia mais sobre: protesto

    Leia tudo sobre: protesto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG