SÃO PAULO (Reuters) - A confiança do consumidor brasileiro aumentou 2,5 por cento em abril sobre março, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta sexta-feira. O índice de confiança passou para 98,5 pontos neste mês, ante 96,1 pontos no anterior. Em março, o indicador havia subido 0,6 por cento e em fevereiro havia declinado 1 por cento.

Em relação a abril do ano passado, houve queda de 13,2 por cento na confiança, abaixo do recuo de 17,9 por cento apurado em março na comparação anual.

O componente de situação atual caiu 1 por cento em abril sobre março, para 96,8 pontos, o menor patamar da série histórica, enquanto o de expectativas saltou 5 por cento, para 100,2, o maior nível desde setembro passado.

A porcentagem de consumidores que avalia a situação como boa recuou de 7,3 por cento em março para 7,0 por cento em abril.

Já o componente de disposição para comprar bens duráveis nos seis meses à frente aumentou de 9,6 para 12,6 por cento.

A pesquisa foi feita em mais de 2 mil domicílios das sete principais capitais do país entre 31 de março de 20 de abril.

(Por Vanessa Stelzer)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.