Alguns condomínios das praias do Guarujá, como o Golden Tower, em Pitangueiras, têm usado radiocomunicadores para fazer valer a determinação da Justiça Federal, que proibiu desde outubro a reserva de faixa de areia nas praias, com a colocação de guarda-sóis, mesas e cadeiras na praia ainda vazia. “Agora, fica mais ágil.

Assim que o condômino desce do elevador para a praia, o porteiro me aciona pelo rádio e eu começo a separar as cadeiras e o guarda-sol”, explica Rafael de Souza, de 19 anos, há um ano trabalhando como montador de barracas.

Antes, ele acordava às 4 horas, com chuva ou sol. Agora, chega à praia por volta das 7 horas. “Antes eu tinha de montar e desmontar 70 guarda-sóis todos os dias, fossem eles usados ou não.” Por enquanto, diz, a medida está sendo eficaz. “Não sei como vai ser na temporada, com muito mais gente descendo dos apartamentos ao mesmo tempo.”

Avisos sobre as novas regras foram afixados nos elevadores dos prédios - os porteiros se incumbem de informar aos turistas que os condomínios podem receber multas, até mesmo nos casos em que a pessoa deixa o guarda-sol sozinho para caminhar pela praia. No dia 29, a prefeitura fará uma palestra aos turistas para explicar as regras. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.