Condenada faculdade do RS por falsa lista de aprovados

A Faculdade dos Imigrantes (FAI), de Caxias do Sul, na serra do Rio Grande do Sul, foi condenada a multa de R$ 8,3 mil por prática de publicidade enganosa, ao forjar nomes de alunos não-inscritos nos vestibulares de 2002, 2003, 2004 e 2005. A fraude foi descoberta por acaso pelo Cartório Eleitoral de Caxias em 2005, que recrutava jovens da cidade para trabalhar nas eleições.

Agência Estado |

Ao procurar os nomes que constavam na lista dos aprovados, o Ministério Público (MP) descobriu que eles não conheciam o município.

Um exemplo: no vestibular de verão de 2004, foram publicados nomes de 172 vestibulandos que prestaram provas nos cursos de medicina e fonoaudiologia da Escola de Ciências Médicas de Alagoas. Na realidade, os inscritos na FAI foram 109, sendo 77 os aprovados. A promotora Janaína de Carli dos Santos recorrerá da decisão da juíza Dulce Ana Gomes Oppitz. Janaína prepara um recurso para apresentar ao Tribunal de Justiça (TJ) com o objetivo de contestar a sentença de primeira instância, pedindo aumento do valor da multa aplicada. "Foi uma conduta dolosa da faculdade, pois pessoas sabiam muito bem o que estavam fazendo", argumentou. Os diretores da FAI, Marco Aurélio Canali e Mauro Trojan, não quiseram se manifestar sobre o assunto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG