Concessão da Nova Luz é aprovada na Câmara de SP

Seis dias após receber o texto substitutivo para a concessão da Nova Luz, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou ontem, em primeira discussão, o projeto considerado a maior vitrine da segunda gestão do prefeito Gilberto Kassab (DEM). Num único dia, o texto passou por duas comissões e foi votado, no início da noite, após a realização de duas sessões extraordinárias.

Agência Estado |

Por quatro horas, a bancada do PT tentou obstruir a votação, mas os governistas conseguiram 40 votos favoráveis, ante seis contrários.

A rapidez ocorreu após o governo costurar acordos com as principais lideranças do “centrão”. Como contrapartida, vereadores querem propor mudanças no projeto por meio de emendas. Os parlamentares também colocarão em pauta projetos pessoais. Até o final de abril, o governo quer votar em segunda e definitiva discussão a concessão de bairros, o Nova Luz, e o projeto de incentivos fiscais para os futuros concessionários. Vereadores do centrão devem agora aumentar a pressão por cargos, principalmente nas subprefeituras.

O líder de governo, José Police Neto (PSDB), disse que não existe acordo com a composição de cargos. “Os acordos de líderes são somente para a votação de projetos, com a possibilidade de apresentação de emendas.” Ele declarou que vai trabalhar para votar os projetos prioritários do governo. Às 20h04, porém, quando fazia o encaminhamento, o segundo secretário da mesa diretora, vereador Milton Leite (DEM), falou em cargos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG