Comprimidos de Elvis e objetos de Marilyn são expostos em Nova York

NOVA YORK ¿ As caixas de comprimidos receitados a Elvis Presley um dia antes de sua morte e o guarda-chuva com o qual Marilyn Monroe posou em 1949 são alguns dos objetos destes dois artistas expostos hoje no Planet Hollywood de Nova York.

EFE |

A exposição mostra algumas das peças mais destacadas que serão leiloadas entre 26 e 27 de junho em Las Vegas (Nevada), onde está previsto que sejam arrecadados entre US$ 200 mil e US$ 400 mil pelos cerca de 150 objetos pessoais destes dois artistas americanos.

Entre as peças mais relevantes desta exposição organizada pela casa de leilões Julien's estão as caixas de comprimidos que o médico George Constantine Nichopoulos, conhecido como "doutor Nick" e amigo pessoal de Elvis Presley, receitou ao cantor um dia antes de sua morte.

"Como Elvis Presley morreu de overdose, temos sentimentos opostos ao vender as caixas de comprimidos", afirmou à Agência Efe o presidente da firma de leilões, Darren Julien.

Também fazem parte da exposição uma jaqueta usada pelo "rei do rock" e vários relógios de ouro que Elvis deu a Nick, que tinha guardado todos estes objetos durante anos e que serão colocados à venda pela primeira vez no leilão de Las Vegas.

Junto com os objetos de Elvis estão expostos os de Marilyn, de quem havia um guarda-chuva com o qual posou para o fotógrafo André de Dienes em 1949, um casaco de pele, duas blusas da Pucci, uma bolsa vermelha e os roteiros originais do filme "Quanto Mais Quente Melhor", pelo qual ela ganhou um Globo de Ouro.

O leilão, que será realizado em Las Vegas, inclui também móveis da casa em Brentwood (Califórnia) onde Marilyn Monroe viveu até morrer, como mesa da sala de jantar, espelhos e tapetes, além de outras peças de decoração.

    Leia tudo sobre: elvis presleymarylin monroe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG