Nova York, 15 ago (EFE).- O compositor e produtor argentino Gustavo Santaolalla, ganhador do Oscar pela trilha sonora do longa-metragem Diários de Motocicleta, reconheceu hoje que está aberto a novos caminhos no cinema, não se importando em compor a trilha sonora para um filme de super-heróis ou para um musical, um gênero que adora.

Santaolalla, que hoje fará em Nova York um show com a sua banda Bajofondo, assegurou à Agência Efe que gosta de desafios e que desejaria compor a melodia da história de um personagem com poderes sobrenaturais ou entrar no gênero musical, que já foi, inclusive, rejeitado por ele.

"Adoraria compor para 'Homem de Ferro'. No cinema, como na música, há obras boas e más; e a verdade é que há filmes de heróis, como 'Homem de Ferro' ou 'Hellboy' que são sucessos, mas que têm substância", explicou o argentino.

Com dois prêmios Oscar na bagagem, Santaolalla sabe claramente que quer "continuar associado a bons projetos e a grandes artistas, para manter o recorde de trabalhar só em coisas com qualidade".

"Adoro trabalhar em qualquer tipo de projeto que tenha visão, que seja original e que traga algo à mesa", assegurou Santaolalla, cujo nome estará sempre associado a filmes como "Brokeback Mountain", "Babel" ou "Diários de Motocicleta".

No entanto, ele disse que gostaria de tentar a sorte com "novos gêneros que pudessem supor novos reconhecimentos, como um musical", algo que espera realizar "pelo menos uma vez na vida". EFE dvg/bm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.