Justine - Brasil - iG" /

Companhia Os Satyros encerra Trilogia Libertina com Justine

SÃO PAULO ¿ A obra de Marquês de Sade já rendeu dois espetáculos, ambos sucesso de público, para a Cia de Teatro Os Satyros, que com a estréia de Justine, na última terça-feira (21), encerrou a Trilogia Libertina, da qual já fazem parte A Filosofia na Alcova e 120 Dias de Sodoma.

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo |

"Justine" encerra série d'Os Satyros baseada na obra de Marquês de Sade / Divulgação

A leitura de romances do aristocrata francês que chocou o universo literário do século 18 inspirou a peça criada em colaboração com o elenco dOs Satyros, que narra a saga da puritana Justine em contraposição com a irmã Juliette, uma verdadeira libertina.

Segundo consta nas informações de divulgação do espetáculo, "Justine" vem como o "resgate de todo o processo de criação, pesquisa e atuação realizado ao longo dessas duas décadas de trabalho d Os Satyros".

A Trilogia Libertina ficará em cartaz durante os próximos dois meses, de terça a sábado, quando o público poderá ter contato profundo com a obra do Marquês de Sade, um dos mais radicais autores da literatura universal. E ainda há uma promoção: o espectador que assistir a qualquer uma das montagens da Trilogia Libertina pagará apenas R$ 10 para assistir a qualquer uma das outras montagens, desde que apresente o canhoto do ingresso na bilheteria.

"Justine"
Sinopse: Última parte da trilogia dos Satyros para os textos de Marquês de Sade, a peça conta a história da pura, religiosa e inocente personagem Justine, que acaba se envolvendo em experiências de crime, tortura e depravações que testarão seus valores morais e de conduta, enquanto sua irmã, a bela e libertina Juliette, realiza uma trajetória cheia de sucessos e prazeres.
Texto: Rodolfo García Vázquez
Direção: Rodolfo García Vázquez
Elenco: Cia. Os Satyros
Quando: terças e quartas, às 21h
Onde: Espaço dos Satyros Dois (pça Roosevelt, 134)
Quanto: R$ 30; R$ 15 (estudantes, classe artística e terceira idade); R$ 5 (oficineiros dos Satyros e moradores da Praça Roosevelt)
Lotação: 70 pessoas
Duração: 80min
Classificação: 18 anos
Estréia: 21 de abril, até 24 de junho

"Os 120 Dias de Sodoma"
Sinopse: Inspirado no romance do Marquês de Sade, a montagem, que contou com críticas favoráveis da imprensa e grande adesão do público, está em cartaz desde maio de 2006. O espetáculo trata de questões filosóficas e políticas colocadas pela obra sadeana, em um contexto brasileiro de corrupção e decadência das instituições sociais.
Texto: Rodolfo García Vázquez, a partir da obra homônima de Marquês de Sade
Direção: Rodolfo García Vázquez
Quando: Sextas e sábados, às 21h
Onde: Espaço dos Satyros Dois (pça Roosevelt, 134)
Quanto: R$ 30; R$ 15 (estudantes, classe artística e terceira idade); R$ 5 (oficineiros dos Satyros e moradores da Praça Roosevelt)Lotação: 90 lugares
Duração: 120 minutos
Classificação: 18 anos
Reestréia: 23 de janeiro, por temporada indeterminada

"A Filosofia na Alcova"
Sinopse: Dolmancé e Madame de Saint'Ange, dois dos personagens mais libertinos da história da literatura universal, são os protagonistas desse texto, escrito originalmente pelo Marquês de Sade, em que é apresentada a educação sexual de uma jovem virgem, com aulas práticas e teóricas de libertinagem. Após o período de aprendizado, a mãe da jovem chega ao palácio dos libertinos para tentar resgatá-la, quando então é confrontada pelos mentores da jovem e por ela mesma.
Texto: Rodolfo García Vázquez, a partir da obra homônima do marquês de Sade.
Direção: Rodolfo García Vázquez
Elenco: Phedra D. Córdoba, Andressa Cabral, Luana Tanaka, Beto Bellini, Marta Baião, Diogo Moura e Henrique Mello
Quando: Quintas às 20h30, e sextas às 23h59
Onde: Espaço dos Satyros Dois (pça Roosevelt, 134)
Quanto: R$ 30; R$ 15 (estudantes, classe artística e terceira idade); R$ 5 (oficineiros dos Satyros e moradores da Praça Roosevelt)Lotação: 70 lugares
Duração: 80 minutos
Classificação: 18 anos
Reestréia: 06 de fevereiro, por temporada indeterminada

Leia mais sobre: teatro

    Leia tudo sobre: aplauso brasilteatro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG