Comissão reúne classe médica hoje para debater crise de radiofármacos

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) fará uma reunião hoje, às 14h30, com a classe médica - médicos, gerentes e responsáveis - a fim de debater e propor alternativas para minimizar o impacto no País da crise mundial no abastecimento de molibdênio-99, fundamental para produzir um material radioativo usado em cerca de 80% dos diagnósticos que utilizam a medicina nuclear, de acordo com informações do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), do Ministério da Ciência e Tecnologia. O encontro será no auditório do Ipen e estão confirmadas as presenças do presidente do CNEN, Odair Dias Gonçalvez, do superintendente do Ipen, Nilson Dias Vieira Júnior, e de pesquisadores e técnicos da Diretoria de Radiofarmácia (Dirf) que vão prestar esclarecimentos sobre a crise do abastecimento do produto.

Agência Estado |

Mais informações no site .

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG