BRASÍLIA - A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou, por 23 votos a favor e apenas um contra, a indicação de Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo para o cargo de diretor de Assuntos Internacionais do Banco Central. Doutor em economia, o novo diretor é funcionário do BC há 18 anos.

Araújo disse aos senadores que pretende dar continuidade à política que já vinha sendo praticada na sua diretoria, como o regime de câmbio flutuante. Para ele a tendência é de baixa das taxas de juros, o que beneficia as classes mais pobres.

Para Araújo, a política de câmbio flutuante tem sido útil para atenuar problemas com os quais o país conviveu por décadas.

Sobre a crise econômica na Grécia, ele disse que serviu de lição para mostrar que disciplina fiscal traz a sacrifícios a curto prazo, mas benefícios a longo prazo. Para ele é difícil dizer por enquanto se ela terá impacto em outros países. "Isso depende da ação dos outros países. Temos de ver como eles vão se comportar."
(Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.