O autor do requerimento convocando a ministra Dilma Roussef à Comissão de Infra-estrutura do Senado, senador Flexa Ribeiro(PDSB-PA), explicou hoje que, no dia 8 de fevereiro do ano passado, a Comissão aprovou requerimento convidando Dilma Roussef e a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, para falarem sobre as obras da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, prevista no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Como a ministra da Casa Civil não atendeu ao convite, a Comissão o transformou em convocação no final do ano. Na ocasião, entretanto, a líder do bloco do governo, Ideli Salvatti(PT-SC), se ofereceu para intermediar o comparecimento de Dilma Roussef, pedindo prazo até março passado para que ela atendesse à convocação.

"Lamentavelmente, nem a líder do PT conseguiu fazer com que a ministra viesse até aqui. Daí porque fizemos agora uma convocação, como manda o regimento", justificou. Flexa Ribeiro pediu ao presidente da Comissão, Marconi Perillo (PSDB-GO), que comunique a ministra sobre as duas convocações: a aprovada no final de 2007 e a de hoje, para que no prazo de 30 dias ela atenda a Comissão. Ele lamentou ainda que as obras da hidrelétrica de Belo Monte estejam "empacadas", o que, de acordo com o parlamentar paraense, torna mais grave a ameaça de apagão no estado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.