Comissão com Jatene começa a fiscalizar cursos de medicina

A partir deste mês, 17 cursos de medicina serão visitados e supervisionados por representantes de uma comissão de especialistas delegada pelo Ministério da Educação (MEC). Desses, três são de São Paulo: Universidade Metropolitana de Santos (Unimes), Universidade de Marília (Unimar) e Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp).

Agência Estado |

A supervisão, que foi anunciada em abril pelo MEC, será coordenada por uma comissão de avaliação presidida pelo professor Adib Jatene. A escolha dos cursos foi feita com base nos resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). As instituições com nota 1 ou 2 serão vistoriadas por causa do baixo desempenho.

Segundo Jatene, essa comissão é composta por especialistas no ensino médico que há anos vêm discutindo os problemas das faculdades de medicina. “Cada um dos cursos receberá a visita de um dos membros da comissão, que irão acompanhados por um médico do Conselho Regional de Medicina que não seja da mesma cidade onde o curso é oferecido’.

O próprio Jatene vai visitar uma das instituições. A partir da avaliação, a comissão vai sugerir medidas para correção como redução de vagas e suspensão de vestibular, entre outras. Apesar do aumento de cursos, Jatene ressalta no Brasil não há muitos médicos. “Temos em média 16 médicos por 10 mil habitantes. Nos EUA são 25 e na Europa 32.”

Esses 17 cursos também fazem parte da lista divulgada ontem pelo MEC dos 27 cursos que tiveram baixo desempenho no novo conceito de avaliação - Conceito Preliminar de Curso, que mostrou que essas 27 instituições deverão sofrer intervenção do MEC. As informações são do Jornal da Tarde .

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG