Comissão aprova acordo entre governo e Vaticano

A Comissão de Relações Exteriores, no Senado, aprovou nesta quarta-feira o parecer do senador Fernando Collor (PTB-AL) favorável ao acordo entre o Vaticano e o governo brasileiro que atribui estatuto jurídico à Igreja Católica no Brasil. O acordo deve ser votado ainda hoje no plenário.

Agência Estado |

Um dos pontos mais polêmicos do texto é o que insere o ensino religioso nas escolas públicas do País. De acordo com o parágrafo primeiro do artigo 11 do acordo, "o ensino religioso, católico e de outras confissões religiosas, de matrícula facultativa, constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural e religiosa do Brasil, em conformidade com a Constituição e as outras leis vigentes, sem qualquer forma de discriminação".

O senador Geraldo Mesquita (PMDB-AC), integrante da comissão, se absteve de votar, depois de ter apresentado pedido de vista e recebido apenas duas horas para examinar a proposta. Alegou que não votaria a matéria, porque tinha dúvida em relação a alguns dos pontos. O texto já foi aprovado na Câmara e pode ser votado pelo plenário do Senado ainda hoje.

Leia mais sobre: Vaticano

    Leia tudo sobre: vaticano

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG