Comércio de Duque de Caxias-RJ para temendo arrastão

Alguns comerciantes do centro de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, fecharam as portas na manhã de hoje temendo um arrastão. Segundo a Polícia Militar (PM), a medida foi tomada durante o cortejo da comunidade em direção ao cemitério local, onde será enterrado o chefe do tráfico da Favela Ideal, conhecido como Joãozinho, morto na manhã de ontem.

Agência Estado |

Ele é discípulo de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar.

O policiamento está reforçado na região. O tumulto seria promovido por traficantes que estariam revoltados com a morte de três homens, entre eles Joãozinho, na Favela Vila Ideal, na madrugada de ontem, durante operação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG