Comerciante é preso por vender merenda escolar no PR

O comerciante Arildo Galeski, de 46 anos, foi preso ontem em Cascavel, no Paraná, acusado de vender produtos destinado à merenda escolar no Estado. Suspeita-se que os produtos foram desviados de uma distribuidora na cidade de Quedas do Iguaçu.

Agência Estado |

Arildo é proprietário do Mercado Galeski, onde foram apreendidas 43 latas de atum e 48 pacotes de bolacha desviadas da merenda escolar que é distribuída pela Secretaria da Educação do Paraná. Em todas as embalagens consta a inscrição destinada à merenda escolar.

Segundo a polícia, as investigações começaram a partir da denúncia de um assistente do Núcleo Regional de Educação. As pistas levaram ao mercado localizado na periferia da cidade, onde os produtos estavam expostos nas prateleiras para venda.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG