Comer fora de casa aumenta risco de infecção intestinal, diz médica

As delícias oferecidas nos quiosques das praias são irresistíveis. Mas, os riscos de infecções intestinais são grandes e o sofrimento pode durar semanas.

Agência Estado |

Já nas estradas, em postos de gasolina, as frituras e salgadinhos industrializados são tentações que estão por toda parte. No entanto, para evitar desagradáveis surpresas, prefira frutas. De acordo com a nutricionista Fernanda Alves, do Hospital Samaritano, comer fora de casa ajuda a elevar os índices de infecções intestinais.

"Com o calor, as bactérias se proliferam mais e a comida estraga mais facilmente", completa a médica. Além disso, Fernanda lembra que o alimento pode ser colocado em travessa mal lavada, aumentando o risco de contaminação. Até a salada pode esconder males. Para evitar os riscos, os especialistas recomendam tomar um bom café da manhã em casa e resistir aos petiscos da praia. Na hora do almoço, procure um local seguro para fazer a refeição. Se a fome apertar, o jeito é recorrer aos alimentos industrializados ou ao lanche levado de casa.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG