Comediante George Carlin morre de ataque cardíaco aos 71 anos

LOS ANGELES (Reuters) - O comediante George Carlin, herói da contra-cultura famoso pelos palavrões e pela menção às drogas, morreu, aos 71 anos, em consequência de uma falha cardíaca em um hospital de Los Angeles no domingo, disse um porta-voz.

Reuters |

Carlin, que tinha um histórico de problemas cardíacos, morreu no Centro de Saúde St. John, em Santa Mônica, por volta das 22h, depois de dar entrada no hospital com dores no peito, disse o porta-voz Jeff Abraham à Reuters.

Conhecido pelo comportamento ousado e provocativo, Carlin foi um ícone do movimento anti-Establishment nos anos 1970, com suas apresentações cheias de referências a drogas e ao uso de cerca de sete palavrões que não poderiam ser veiculados na TV.

Uma batalha judicial quanto às 'palavras sujas' ditas por ele em um programa de rádio chegou à Suprema Corte dos Estados Unidos.

(Reportagem de Dean Goodman)

Saiba mais sobre: comédia , contracultura

    Leia tudo sobre: comédiacontracultura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG