O comediante e ator Arnaud Rodrigues, de 68 anos, morreu, nesta terça-feira, depois que a embarcação em que estava virar e afundar no lago da Usina Hidrelétrica de Lajeado, na altura do km 26 da TO 10, entre o município de Lajeado e Palmas, no Tocantins. Segundo a Marinha, que ainda faz buscas no local nesta quarta-feira, além do piloto, que está desaparecido, havia oito pessoas na embarcação.

Arnaud Rodrigues participou, entre outros, do programa A Praça é Nossa , do SBT - interpretava os personagens Coronel Totonho e o Povo Brasileiro.

Fez dupla com Chico Anysio em um quadro de sátira de Caetano Veloso e Gilberto Gil na Rede Globo.

Com Chico Anysio, fez ainda composições para a banda Baiano e Os Novos Caetanos.

Ainda na Rede Globo, interpretou o ceguinho Jeremias, personagem da novela Roque Santeiro, de 1985.

No cinema, teve participações também em filmes como "A Filha dos Trapalhões" (1984) e "Lampião e Maria Bonita" (1982).

Buscas

Segundo a Marinha, as informações iniciais são de que a embarcação estaria se deslocando a partir de Lageado, no sentido de atravessar o lago para outra margem, e que, após uma tempestade, com incidência de fortes ventos, teria afundado nas proximidades da citada cidade. A bordo da embarcação encontravam-se 09 pessoas, sendo que 07 já foram resgatados sem ferimentos.

Uma lancha da CFAT foi enviada ao local, a fim de efetuar buscas, prestar apoio às vítimas e obter informações sobre as circunstâncias em que ocorreu o acidente. Será instaurado inquérito, para a apuração das causas de acidente, com prazo para conclusão de até 90 dias.

Com informações da Agência Estado

Leia mais sobre Arnaud Rodrigues

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.