O título, é claro, não passa de uma pista falsa. Quem realmente odeia o Dia dos Namorados provavelmente vai evitar o filme Eu Odeio o Dia dos Namorados , que estreia hoje nos cinemas do Brasil.

O longa, que tem como grande atrativo o repeteco do casal de O Casamento Grego (2002), Nia Vardalos e John Corbett, é puro açúcar. Sem muita graça, mas docinho.

Nia escreveu e dirigiu a história de Genevieve, a dona de uma floricultura no bairro do Brooklin, em Nova York. Apesar de romântica, a moça desenvolveu uma técnica para não sofrer por amor: seus pretendentes só têm direito a cinco encontros. Desse jeito, ela vive paixões rápidas, sem dores de cabeças, chateações e maiores compromissos. Depois do quinto encontro, bye, bye, baby. Perfeito.

Mas (e aqui entra um mas bem manjado) o ex-advogado e dono de um restaurante de comida mexicana, Greg, entra na vida da florista. A partir daí, acompanhamos os encontros de Genevieve e Greg - até o inevitável quinto encontro. Será que eles vão ficar juntos? Se alguém contar o final vai estragar o filme? Claro que não...

Até para quem adora comédias românticas, Eu Odeio o Dia dos Namorados segue demasiadamente previsível. Vai ser difícil a dupla emplacar o mesmo sucesso de O Casamento Grego . O termômetro será a receptividade nos cinemas brasileiros - já que ele estreia primeiro aqui. Nos Estados Unidos, o filme só vai ser exibido em junho.

Durante boa parte do filme, o casal tenta ultrapassar a regra dos cinco encontros, mas sempre existe alguma aresta a ser aparada, alguma confusão sendo gestada. Enquanto o relacionamento de Genevieve e Greg não engrena, os amigos do casal vão se arrumando, vão encontrando seus pares e construindo relações felizes. As informações são do Jornal da Tarde.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.