Começa hoje em São Paulo a I Mostra de Cinema Chinês, promovida pelo Instituto Confúcio da Universidade Estadual Paulista (Unesp). A mostra traz documentários sobre o budismo e a produção de seda na região de Yangtse, além de filmes sobre artes marciais, geografia e costumes locais.

Segundo informações do instituto, os filmes previstos para hoje são "Nenhum a Menos" ("Not One Less") ¿ que narra os desafios de uma professora em um vilarejo do norte da China ¿ e o documentário "As artes marciais da China" (Wushu). As sessões gratuitas acontecem às terças, sextas e sábados, em horários diferentes, na sede da instituição. A programação detalhada da mostra pode ser conferida no site do Instituto Confúcio .

Na próxima semana, nos dias 21, 24 e 25, a mostra traz "O cântico milenar do budismo" ("Buddhist Legacy in Qingzhou"), o documentário que mostra um panorama da religião desde sua origem na Índia até a fusão com a cultura chinesa. A direção do filme, com duração de 20 minutos, é de Liu Hongjin e Li Yu.

Já na produção sobre a seda da região sul do Rio Yangtze, "Merchants on the Ancient Silk Road" esclarece o contexto histórico e econômico dessa indústria, explicando os motivos que tornaram a seda fonte de prosperidade da região. A direção é de Xue Yaning, com fotografia de Zhang Yuping.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.