Começa em Brasília a primeira reunião ministerial do ano

BRASÍLIA ¿ O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reúne nesta segunda-feira sua equipe ministerial para discutir as medidas adotadas pelo governo no combate a crise financeira internacional, os cortes no Orçamento de 2009 e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Além do presidente Lula, participam da reunião neste momento 33 ministros.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

A reunião foi iniciada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e pelo presidente do BC, Henrique Meirelles. Ambos fazem, neste momento, uma explanação sobre as medidas adotadas pela equipe econômica do governo para combater a crise, o atual cenário da economia e as perspectivas para este ano.

Em seguida, a ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, deverá apresentar o balanço de dois anos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que será divulgado oficialmente para imprensa na próxima quarta-feira.

No último balanço apresentado, em outubro do ano passado, o governo comemorou os números positivos com 193 obras já concluídas (9% do total), o que representa um investimento de R$ 30,6 bilhões. Pelos números divulgados, 83% das obras estavam "em ritmo adequado", e só 1% em ritmo "preocupante".

Após o almoço, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, irá detalhar para os demais ministros o bloqueio "provisório e prudencial" de R$ 37,2 bilhões nos gastos livres do poder Executivo no primeiro trimestre. Com a ação, os gastos discricionários (as despesas sem direcionamento fixo) deste ano, previstos em R$ 148,475 bilhões no Orçamento de 2009, cairão para algo perto de R$ 111,2 bilhões.

A ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Nilcéa Freire, está de férias e não participará da reunião. Os ministros do Meio Ambiente, Carlos Minc, do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, ainda não chegaram a Granja do Torto. O ministro da Justiça, Tarso Genro, deverá chegar na reunião à tarde, pois participa nesta manhã da abertura do ano do Judiciário, no STF.

Leia mais sobre: PAC - orçamento 2009

    Leia tudo sobre: lulapac

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG