O presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Roberto Messias Franco, pediu demissão do cargo e sua exoneração foi confirmada hoje pelo Diário Oficial da União. Segundo a assessoria de imprensa do Ibama, Messias deixou o cargo por considerar um processo natural quando a pasta a que o Instituto é subordinado, no caso o Ministério do Meio Ambiente, tem um novo ministro.

O diretor de Planejamento, Administração e Logística do Ibama, Abelardo Bayma de Azevedo, ficará à frente do cargo como presidente substituto. Também deixaram o Ibama o diretor de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas, José Humberto Chaves; e a diretora de Qualidade Ambiental, Sandra Regina Klosovski.

Messias exerceu o cargo de presidente do Ibama durante a gestão do ex-ministro Carlos Minc, que deixou o governo no dia 31 de março para disputar as eleições de outubro. O Ministério está agora sob o comando de Izabella Teixeira.

Durante sua gestão, Messias recebeu diversas críticas até mesmo de setores do governo pela demora nos processos de licenciamento ambiental.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.