Com Múcio, Lula espera alívio do TCU sobre obras

Preocupados em não paralisar o ritmo das obras, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, esperam que o novo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), José Múcio Monteiro, ajude o governo na força-tarefa destinada a destravar projetos estratégicos. Ex-ministro das Relações Institucionais e responsável pela articulação política do Planalto até o mês passado, Múcio foi indicado por Lula para ocupar a vaga no TCU.

Agência Estado |

Em conversas reservadas, ministros citam a atual composição do tribunal para argumentar que seus principais integrantes são ligados ao PSDB do governador José Serra, pré-candidato à Presidência em 2010, e também ao DEM, parceiro dos tucanos nas últimas campanhas. Múcio é do PTB de Roberto Jefferson, o homem que denunciou o mensalão, mas se aproximou muito de Lula.

Na avaliação do governo, o TCU tem feito julgamentos políticos das obras e está "extrapolando" suas funções. Lula ficou particularmente irritado na semana passada, quando o tribunal decidiu suspender 41 obras federais. No pacote estavam 13 projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), menina dos olhos da campanha da petista Dilma Rousseff à sucessão presidencial. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG