Com greve da Civil, PM só registra 5 ocorrências em SP

A Polícia Militar (PM) registrou até o meio-dia de hoje somente cinco boletins de ocorrência em todo o Estado de São Paulo. A PM assumiu ontem a tarefa da Polícia Civil, que está em greve, por determinação do secretário de Segurança Pública (SSP), Ronaldo Marzagão.

Agência Estado |

No primeiro dia, foram registrados 19 ocorrências na região de Campinas, 31 na de Ribeirão Preto, 3 em Sorocaba, 16 em Osasco e 70 em Marília. Os documentos estão sendo encaminhados à Promotoria de cada região.

Segundo o último balanço da SSP, a adesão de policiais à greve atingia 30% nas delegacias da capital e 40% nas do interior. Já a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Adpesp) informou que a paralisação afeta cerca de 90% das delegacias do interior, 70% das situadas na região metropolitana e 60% das da capital.

A média da redução de registro de boletins de ocorrência, por dia, é estimada em 60%. Segundo a Adpesp, estão sendo registrados apenas casos considerados graves. Para furtos de veículos, documentos e celulares, por exemplo, a orientação dada pelos grevistas é que as vítimas utilizem a Delegacia Eletrônica (www.ssp.sp.gov.br) ou retornem após o fim da greve. As entidades que representam a categoria devem se reunir na manhã de segunda-feira para avaliar o movimento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG