Com decisão de Sarney, 131 devem entregar cargos

Chega a 131 o numero de funcionários que hoje recebem salários de diretores no Senado e deverão entregar seus cargos por determinação do presidente da Casa, José Sarney. Nem todos eles ocupam realmente o cargo de diretor.

Agência Estado |

Segundo explicações de fonte do Senado, o enquadramento como diretor foi um artifício encontrado por administrações anteriores para aumentar o salário destes funcionários.

O número excessivo de diretores surpreendeu a maioria dos senadores. O senador Tião Viana (PT-AC), que disputou a presidência da Casa com José Sarney, elogiou a medida, afirmando que a decisão surge num momento de desgaste do Senado, mostra não ter compromisso com o erro de ninguém e sai em busca da verdade. Amanhã, Sarney assina convênio com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para promover uma reforma administrativa no Senado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG