Capital de Sergipe sofre com as fortes chuvas que atingem o município neste início de semana

Com as fortes chuvas que estão atingindo Aracaju desde a noite desta segunda-feira, a Guarda Municipal está orientando as pessoas a não sair de casa, sobretudo de carro, devido aos pontos de alagamento provocados pela força da tempestade e pela maré cheia, que provoca o transbordamento de canais.

Nesta tarde, cententas de moradores publicaram fotos e vídeos na internet, que mostram a dimensão dos estragos.

Veja a previsão do tempo para a sua cidade

Está em Aracaju? Mande seu relato para o Minha Notícia

De acordo com o Centro de Meteorologia de Sergipe, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), choveu em Aracaju 126 milímetros (cada milímetro corresponde à queda de um litro d'água em um metro quadrado) do início da madrugada até as 12h desta terça-feira - o que equivale a quase 40% do esperado para todo o mês de maio. O acumulado do mês chega a 260 milímetros  e a previsão é que até o final do dia a média mensal de 320 milímetros seja atingida.

Prejuízos

Além dos problemas no trânsito provocados pelos alagamentos, o aeroporto Santa Maria, de Aracaju, ficou fechado para pousos e decolagens. Sete dos 19 voos diários foram cancelados.

Ao menos 11 escolas municipais suspenderam as aulas devido a transtornos provocados pelas chuvas que tem atingido a capital sergipana. Quatro delas - nos bairros Santa Maria, Soledade e Luiza - foram seriamente afetadas por problemas de alagamento ou infiltração.

O Corpo de Bombeiros havia recebido, até o início da tarde, cerca de 500 chamados relacionados às chuvas. Além de deslizamentos, queda de árvores e pedidos de resgate a pessoas ilhadas ou incapacitadas de deixar seus carros.

Previsão

Levantamento da Defesa Civil estadual divulgado no fim da tarde desta terça-feira dá conta que na capital sergipana está com 200 desabrigados (cujas casas sofreram danos que os impossibilitam de retornar a elas) e 20 desalojados (que tiveram que deixar suas casas temporariamente).

A previsão, de acordo com a Semarh, é que de quarta-feira a domingo as chuvas irão diminuir de forma decrescente em todo o Estado.

Para o coordenador municipal de Defesa Civil, Nicanor Moura, as chuvas são atípicas e o órgão está monitorando todas as áreas de risco e orientando as pessoas que moram nessas áreas a ir para a casa de parentes.

Veja as fotos, relatos e vídeos dos moradores de Aracaju:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.