A Secretaria dos Transportes Metropolitanos informou que se prepara para que um possível temporal não atrapalhe hoje o funcionamento do transporte público em São Paulo. Ontem, as fortes chuvas interromperam a circulação de linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

De acordo com nota divulgada nesta tarde, caso seja necessário, o Metrô e os trens da CPTM terão os horários de pico estendidos para que a demanda de usuários seja atendida. Além disso, as equipes de manutenção, operação e segurança foram reforçadas em pontos estratégicos.

Por volta das 16 horas, toda a cidade entrou em estado de atenção em razão de pancadas de chuvas que atingem a capital paulista. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), chove forte na zona leste, principalmente na Aricanduva e na Vila Formosa; na zona sul, nos bairros Vila Mariana, Ipiranga e Morumbi; e na zona oeste, na região do Itaim Bibi e Butantã.

Por volta das 17 horas, a cidade registrava 68 quilômetros de vias congestionadas e cinco pontos de alagamento transitáveis. São eles: Praça Jorge de Lima, sentido bairro; Avenida Valdemar Ferreira, na altura do número 582, sentido USP; Avenida Santo Amaro, junto da Avenida Roque Petroni, sentido bairro; Avenida Professor Francisco Morato, com Avenida dos Três Poderes, em ambos sentidos e na Rua Engenheiro Oscar Americano, perto da Praça Américo de Moura.

A Defesa Civil Municipal decretou estado de atenção para enchentes nas regiões da Vila Prudente, Ipiranga, Jabaquara, Vila Mariana, Butantã, Lapa, Pinheiros e Sé. As regiões de Itaim Paulista e São Miguel estão em estado de alerta para enchentes.

Os bairros Casa Verde, Freguesia, Jaçanã, Aricanduva, Ermelino Matarazzo, Guaianases, Itaquera, Penha, Vila Prudente, Ipiranga, Santana estão em estado de atenção para deslizamento. Segundo a Defesa Civil, a medida é preventiva, pois as chuvas podem causar enchentes e inundações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.