Com cenário atual Ciro disputa a Presidência, diz PSB

BRASÍLIA (Reuters) - Mantido o atual cenário demonstrado nas pesquisas de intenção de voto, o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) deve se candidatar à Presidência da República, afirmou nesta quarta-feira o presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Na terça-feira, sondagem CNI/Ibope revelou que Ciro passou numericamente à frente da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), nas intenções de voto para a corrida presidencial do ano que vem. Dilma e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), perderam pontos em relação ao levantamento anterior, realizado em junho, mas o tucano mantém a liderança

Reuters |

"Vamos continuar conversando. Entendemos que a liderança do processo sucessório do presidente Lula é do presidente Lula", disse ele a jornalistas depois de participar de evento sobre petróleo.

"Vamos continuar ouvindo Ciro como aliados e amigos que somos e em março, se a realidade for essa, vamos ter mais uma candidatura (além da candidatura de Dilma)", acrescentou.

Segundo ele, as pesquisas demonstram que a base aliada ao governo tem mais apoio da população do que a oposição.

As intenções de voto para a candidatura da senadora e ex-ministra Marina Silva (PV-AC) também devem ser contabilizadas como simpatia aos governistas, argumentou o governador.

"Nosso campo é francamente majoritário e o campo da oposição está perdendo pontos a cada pesquisa."

(Reportagem de Fernando Exman)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG